Competências básicas: Um líder deve se preocupar com elas

Posted by Ricardo Mendes Comentários desativados em Competências básicas: Um líder deve se preocupar com elas

Competências - EngajamentoPense na sua infância por um momento. Sua mãe ou seu pai frustrado e procurando alguma coisa freneticamente por toda a casa. Finalmente, ele ou ela se lamenta: Por que é sempre no último lugar que eu olho?

O engajamento dos funcionários é muito parecido com isso. As empresas continuam procurando vantagens competitivas. Os líderes da empresa fazem “benchmark”, constroem novos edifícios e investem em novas tecnologias, terceirizam e trabalham duro para conseguir com que a empresa seja lucrativa e enxuta, contratam consultores, participam de seminários, e lutam para gerir mudanças rápidas. Depois de tudo isso, algumas dessas organizações param, pensam, e começam a envolver ativamente um recurso natural que sempre esteve lá, seus colaboradores. A partir de então, vão além da teoria e conceitos para aplicação prática de competências básicas.

O resultado: desencadeamento de compromisso extra, esforço e lealdade. Três componentes poderosos que vêm da sua força de trabalho.

Esse envolvimento ajuda a acelerar a produtividade, inovação, serviço ao cliente, qualidade, e muitos outros resultados desejados nos negócios.

O primeiro passo na construção de empregados dispostos a aplicar competências na empresa é envolvê-los no processo. Faça isso e você terá ganhado o direito de esperar que os outros sigam a sua liderança.

Aqui estão algumas competências-chave, ações e comportamentos para fazer isso funcionar.

Os Valores devem ser o seu guia

Quando os valores pessoais e organizacionais são trazidos à vida, o envolvimento dos funcionários aparece. Isso ocorre porque bons valores geram confiança que produz líderes que são respeitados e seguidos.

  • Com poucas exceções, todos os funcionários querem contribuir e ser parte de algo especial, nobre, bom e certo. Eles querem trabalhar para pessoas boas a quem eles respeitam. Sendo orientadas por valores, as ideias e estratégias produzidas pelos colaboradores motivarão seus próprios desempenhos. Certifique-se de esclarecer as suas instruções e outras comunicações usando uma linguagem específica para que todos estejam na mesma direção. É difícil “seguir o trajeto” quando as instruções são confusas.
  • Mantenha o real. Receber orientação de seu líder com prazos irreais pode levar a criação de “atalhos”. Portanto, verifique se os prazos definidos para trabalhos e projetos são factíveis. Peça a opinião dos membros da equipe e ajuste os prazos quando necessário.
  • Adicionar uma ressalva. Ao planejar projetos e atividades, anote o que você pretende realizar, em seguida, adicione a frase “… de uma maneira que reflita e apoie os nossos valores organizacionais.” Avaliar os seus planos no final e os eventuais resultados contra este critério.
  • Eliminar o alvo que está fora de sincronia. Identificar e eliminar comportamentos específicos não suportam os valores da sua organização. Isso pode incluir comportamentos que afetam negativamente tanto os clientes internos quanto os externos.

Comunicar a sua visão

A maioria dos funcionários quer saber para onde a sua organização está indo e eles desejam contribuir para que os objetivos e metas sejam atingidos. Quanto mais eles entendem as coisas, maior é a probabilidade de que eles vão se comprometer e se engajar para ajudar. E a maneira que você, como líder, pode ajudar os membros da equipe a desenvolver essa compreensão é por meio da comunicação.

  • Compartilhar histórias pessoais com a sua equipe que exemplificam as seguintes características: identidade, importância e impacto. A Identidade aborda o orgulho de fazer parte da organização / equipe. A Importância enfatiza a criticidade dos procedimentos, processos e valores organizacionais. E o Impacto amplia a valorização do empregado em seus papéis na equipe e a colaboração positiva que pode produzir.
  • Identifique suas mensagens mais críticas e repita-as sete vezes ao longo do período de um mês. Utilize diferentes técnicas de comunicação e mídia. Quanto mais você reforçar as mensagens-chave, mais o seu pessoal vai entender o que é realmente importante, se lembrar e praticar.
  • Expandir a sua comunicação pessoal. Primeiro, compartilhe as informações em tempo hábil por meio oral, escrito e eletrônico. Em segundo lugar, melhore a compreensão das informações e descreva como os funcionários devem aplicá-las em suas atividades diárias. Em terceiro lugar, reforce as mensagens-chave através da repetição.

Concentre-se na Mudança

A mudança é inevitável, mas, infelizmente, pode produzir confusão, medo e incerteza. Quando você adiciona o fato de que muitas vezes as pessoas estão sendo removidas de suas zonas de conforto, você pode entender como o engajamento pode sofrer. Os líderes podem ter um impacto significativo sobre a maneira como os membros da equipe lidam com a mudança. Você pode minimizar esses obstáculos naturais ao engajamento, ajudando as pessoas a compreender, aceitar e trabalhar através da mudança de forma mais eficaz e menos dolorosa. Veja como:

  • Compartilhe o que você sabe. Envie mensagens claras sobre as próximas mudanças. Inclua quando, como e quem é afetado e de que maneira. Quando as mensagens que envolvem mudanças são disseminadas em cascata na sua organização, elas precisam ser entregues com clareza e detalhe.
  • Abrace a causa. Demonstrar o apoio e compromisso com todas as mudanças que estão ocorrendo. Definir o tom e exemplo para os outros seguirem. Ao mostrar o caminho, você se torna o facilitador da mudança, em vez de o ditador, um simples mensageiro ou uma vítima.
  • Separe a resistência à mudança em duas categorias: os obstáculos e as objeções. Os obstáculos são coisas que as pessoas não podem controlar, as objeções são barreiras emocionais. Remover tantos obstáculos quanto possível, e ter, um a um, discussões sobre as objeções.

Mantenha-se atento ao engajamento

É importante determinar o nível de engajamento da sua equipe no “agora”. A sua percepção do, e intuição sobre, engajamento da sua equipe corresponde à realidade? Talvez… Talvez não! Você está de olho nos pontos fortes e fracos do engajamento em sua empresa? Talvez… Talvez não! Você pode tomar melhores decisões se estiver constantemente de olho no engajamento da sua equipe? Com certeza que sim! Aqui estão algumas ideias:

  • Preste atenção. Os membros da equipe estão chegando depois do início do turno e deixando a empresa assim que o ponteiro do relógio marca exatamente o término do expediente? Eles não estão participando ativamente das atividades? Será que eles comparecem fisicamente, mas mentalmente não prestam atenção? Comportamentos como estes são sinais típicos de baixo nível de engajamento.
  • Ouça o que as pessoas estão dizendo. Você ouve periodicamente comentários como? Essa é uma ótima ideia, apresente-a na nossa reunião de amanhã. Ou, noite passada, eu estava pensando em como poderíamos fazer isso ainda melhor. Estes são os tipos de comentários que funcionários envolvidos fazem.
  • Confira os números. Olhe para o absenteísmo, o atrito dentro da equipe, e a quantidade e qualidade dos trabalhos que a sua equipe realiza. Se a frequência é alta, a rotatividade é baixa e a disponibilidade de bons candidatos às vagas de emprego é boa, você provavelmente tem um ambiente de trabalho altamente desejável e envolvente.
  • Veja o que eles vestem e carregam. Os empregados, de bom grado, usam ou carregam itens (bonés, camisas, canecas, mochilas, pastas, canetas, etc) com o nome ou logotipo da empresa com eles? As pessoas que têm orgulho em ser associados a uma organização tendem a ser mais engajados em seus trabalhos.

Líderes inteligentes irão construir e sustentar o engajamento dos funcionários por meio de ações e não por meio de boas intenções.

Você pode chamar essas competências de competências básicas da liderança… Eu as chamo de essenciais!

Escrito por: Ricardo Mendes
www.gestaoporcompetencias.com.br

Artigos Relacionados:


Categoria: Artigos

Comments are closed.

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

Sponsors

  • Sebrae SP
  • Ciesp
  • Gestão por Competências
  • Gestão por Competências

Popular Posts

O que é Gestão por

Para definir o que é Gestão por Competências é necessário ...

Entrevista Comportam

A entrevista é uma ferramenta de muita credibilidade em todo ...

Jogos para Seleção

O jogo utilizado em seleção é popularmente conhecido como “Dinâmica ...

Os desafios enfrenta

Introdução Com o advento e evolução da tecnologia, dos ...

Jogo dos Elos

Objetivo: Trabalho em equipe com ênfase na participação, integração e comprometimento ...