Cinco maneiras de usar o consenso para as decisões de grupo

Posted by Ricardo Mendes Comentários desativados em Cinco maneiras de usar o consenso para as decisões de grupo

É mais frequente ouvir falar de “consenso” na época de campanha política ou quando o Congresso está em sessão. Os políticos estão sempre prometendo construir um consenso com os demais partidos políticos, mas há mais conversa do que ação.

Líderes empresariais e gestores de recursos humanos não podem se dar ao luxo de ser tão arrogante em seu compromisso de consenso.

Aderir ao conceito de gestão de consenso pode levar os funcionários a se tornarem mais motivados, felizes e a terem linhas de ação mais robustas.

O que é o consenso?

Consenso é um método utilizado por um grupo de pessoas na tomada de decisão em que o objetivo é chegar a uma decisão final que seja aceitável para todos os membros do grupo, mesmo que cada pessoa tenha uma opinião divergente no momento da discussão. Consenso eficaz na tomada de decisão deixa cada membro da equipe com um sentimento de que eles foram ouvidos e que suas ideias foram consideradas.

O consenso pode ser uma ferramenta muito poderosa para o Departamento de Recursos Humanos (RH), porque com ele você pode reunir os funcionários em torno de um objetivo comum e gerar maior produtividade. Consenso também promove um clima de cooperação com os funcionários que colaboram para resolver problemas.

Por envolver a participação de todos dentro de um grupo, promover o consenso constrói trabalhadores mais colaborativos, que sentem que têm mais a contribuir, e, portanto, participam mais no processo de construção de novas ideias, competências, negócios e resultados.

Na Gestão por Competências, o consenso também é muito importante, principalmente após a Avaliação por Competências, quando gestores e funcionários se reúnem para o processo de feedback e definição das ações do Plano de Desenvolvimento por Competências (PDC).

Cinco maneiras de implementar o Consenso nas decisões do grupo

Como um gerente de recursos humanos, é importante conhecer algumas das considerações que devem ser ponderadas antes de implementar um modelo de construção de consenso.

Ideias importantes a considerar:

1. Eliminar as atitudes que prejudicam o consenso. Uma equipe que opera em um ambiente “ganha-perde” – a ideia de um funcionário sempre prevalecer sobre a de outro – não vai fazer bem ao consenso. A construção de consenso também pode ser prejudicada em uma equipe com membros que evitam conflitos o tempo todo. Para ocorrer diálogos eficazes, os funcionários devem ser encorajados a falar o que vem em suas mentes, mas também entender que todos têm igualdade de opinião. Saiba que para chegar a um consenso, não significa, necessariamente, que haverá uma decisão unânime.

2. Ter reuniões regulares. Uma equipe que utiliza o gerenciamento de consenso deve se reunir com frequência para permitir que cada membro da equipe tenha oportunidade de ter voz ativa nas decisões. Também deve haver nessas reuniões um processo consistente para que todos os funcionários expressem suas opiniões.

3. Promover uma atmosfera de comunicação aberta. Os funcionários não vão falar livremente em um ambiente onde as novas ideias não são bem-vindas. Os gestores devem deixar claro para os funcionários que todas as opiniões são bem vindas. Isto levará os funcionários a confiarem no processo, o que é um componente crítico para o sucesso do consenso.

4. Definir metas claras. O processo de decisão, seja por grupo ou individualmente, vai ser bem sucedido se os objetivos estão claramente definidos. Clichês abundam sobre este assunto, mas o mais simples ainda é o melhor: você não pode chegar a lugar algum, se você não sabe para onde está indo. A comunicação é vital nesta área. Os gestores devem tornar o objetivo final claro para os funcionários antes de iniciar um processo de consenso.

5. Apoiar a decisão. Depois de estimular os funcionários a trabalharem em conjunto para criar um consenso, é importante apoiar a decisão final. Há recompensas que vêm naturalmente com este exercício. Suporte adequado reforça o processo de construção de um consenso e aumenta o envolvimento de todos os intervenientes, além de diminuir as atitudes negativas que podem comprometer a produtividade.

Por mais difícil que seja de implementar, o gerenciamento de consenso pode oferecer grandes recompensas para o gerente que o usa com sabedoria nas circunstâncias certas.

Postado por: Ricardo Mendes
www.gestaoporcompetencias.com.br 

Artigos Relacionados:


Categoria: Artigos

Comments are closed.

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

Sponsors

  • Sebrae SP
  • Ciesp
  • Gestão por Competências
  • Gestão por Competências

Popular Posts

O que é Gestão por

Para definir o que é Gestão por Competências é necessário ...

Entrevista Comportam

A entrevista é uma ferramenta de muita credibilidade em todo ...

Jogos para Seleção

O jogo utilizado em seleção é popularmente conhecido como “Dinâmica ...

Os desafios enfrenta

Introdução Com o advento e evolução da tecnologia, dos ...

Jogo dos Elos

Objetivo: Trabalho em equipe com ênfase na participação, integração e comprometimento ...